Conte sua história

História de superação faz jovem dar volta por cima no esporte brasileiro. "Para se realizar na vida, basta querer”, diz jogador.

A realização de Renato é jogar pela seleção, representando o país no exterior. Ele conheceu o vôlei sentado em 2003, logo que o esporte chegou ao país. Em 2007, já era capitão da equipe que venceu o Parapan no Brasil. Mas o esporte somente não garante seu sustento financeiro. Por isso, faz dupla jornada, trabalhando em um banco. “Hoje sou motivo de orgulho para muita gente. Faço trabalho social em hospitais, visito jovens acidentados e tento trazê-los para o esporte, que é uma grande ferramenta de inclusão social”, conta.

Leia +